Joyce, Secretária de Saúde de Monsenhor Hipólito

Secretaria da saúde promove campanha contra o ‘Aedes Aegypti’

A Secretaria Municipal da Saúde do Município de Monsenhor Hipólito deu o pontapé inicial a uma campanha de prevenção aos focos do mosquito Aedes aegypti no município, conscientizando a população para inibir a ocorrência de casos. A medida foi adotada tendo em razão da mobilização que está acontecendo em todo o país.

Joyce, Secretária de Saúde de Monsenhor Hipólito
Joyce, Secretária de Saúde de Monsenhor Hipólito

A campanha de conscientização iniciou pela zona rural, a localidade escolhida para receber a equipe foi a localidade Serra Azul” que reúne o maior aglomerado populacional fora da sede, situada às margens da Br-020, por onde transita diariamente centenas de veículos, oriundos de vários estados e um dos pontos aonde já foram encontradas a maior incidência de foco do mosquito Aedes aegypti.

O coordenador do DNOCS Djalma Policarpo,  a vice-prefeita Josefina Gomes eos  profissionais da equipe de saúde do município de Monsenhor Hipólito
O coordenador do DNOCS Djalma Policarpo, a vice-prefeita Josefina Gomes eos profissionais da equipe de saúde do município de Monsenhor Hipólito

A secretária municipal de Saúde, advogada Joyce Pinheiro Bezerra informou que na localidade Serra Azul “Br-020” foi registrada a maior incidência de foco do mosquito Aedes aegypti e por conta disso, requer atenção especial na conscientização, prevenção e combate ao transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. “Fizemos a distribuição de camisetas, conscientização envolvendo, os profissionais da unidade básica de saúde e os alunos da Escola Ângelo de Maria Bezerra que fizeram as falas explicando todos os procedimentos, além da coleta de lixo”, disse a secretária.

Prefeito de Monsenhor Hipólito Dr. Zenon Bezerra
Prefeito de Monsenhor Hipólito Dr. Zenon Bezerra

O prefeito Zenon Bezerra elogiou a iniciativa da secretária de saúde, afirmando que os cuidados e serviços são prioridades de sua gestão e que o bem estar da população deve ser foco de ações permanentes de todos os gestores. Afirmou ainda que a secretaria tem autonomia para fazer o melhor pela saúde da população e que os trabalhos contam com a parceria da prefeitura para a sua concretização. “A secretaria tem nosso apoio para ofertar a melhor qualidade nos serviços de saúde à população, queremos o melhor para o nosso povo”, afirmou o prefeito.

A vice-prefeita  Josefina Gomes (PP), a diretora da Unidade Mista de Saúde de Monsenhor Hipólito, Maria Doralece Bezerra Policarpo e o advogado, líder político e atual coordenador do DNOCS Antônio Djalma Bezerra Policarpo acompanharam as atividades de conscientização e prevenção aos focos do mosquito Aedes aegypt. Atuantes e firmes nas ações o grupo político que comanda a pasta está fazendo o planejamento e as articulações para implementar novas ações.

A campanha percorrerá ainda as localidades Aroeiras, Libório e será encerrada na sede do município na próxima quinta-feira. A equipe reúne os profissionais de saúde da rede municipal, além de estudantes que estão envolvidos no processo de conscientização. Os trabalhos continua com as visitas domiciliares em todas as localidades para inibir os criadouros do mosquito Aedes aegypt .

O Aedes aegypti é responsável pela transmissão do vírus da dengue, por espalhar a febre chikunguya e, outro vírus, identificado pela primeira vez no Brasil em abril do ano de 2015, o zika. Apesar de menos agressivo que a dengue, o zika vírus pode estar relacionado a um aumento expressivo no número de bebês nascidos em várias regiões do Nordeste com microcefalia. Por isso, houve uma intensificação nas campanhas contra o mosquito.

Alguns cuidados que devem ser tomados

A Secretaria da Saúde em parceria com a prefeitura  lista alguns cuidados que devem ser tomados para prevenir a reprodução do mosquito: É essencial evitar o acúmulo de água parada; deve-se colocar terra nos pratos que ficam embaixo dos vasos, pois ela manterá a umidade para a planta e evitará a reprodução do mosquito; o lixo de casa também pode acumular água e favorecer o crescimento do Aedes aegypt, e por isso é importante fechar bem os sacos plásticos e colocar o lixo na rua apenas nos dias de coleta pelo caminhão do lixo.